O especialista responde

Claudio Marques

17 de setembro de 2013 | 08h12

‘Como ter controle eficiente do meu estoque? O que devo analisar?’

As empresas devem controlar seus estoques para fazer melhores vendas. Muitas desconhecem que boa parte do problema financeiro pode vir da falta de controle de estoques. Portanto, a atenção deve ser redobrada sobre dois fatores: excesso de produtos e falta de produtos.

Para ter a quantidade ideal de produtos armazenados, o controle deve ser baseado na previsão de demandas para os períodos do ano. As compras devem ser feitas de acordo com as expectativas da participação no mercado (venda efetiva pretendida) junto com análise da procura do consumidor pelo produto. Para isso, é importante acompanhar o histórico de cada produto, por meio de planilhas mensais de entradas e saídas de produtos com variação constante.

É importante estar sempre atento às mudanças do mercado consumidor em relação ao tipo de produto que está comercializando. Se o produto é relacionado à inovação, não servirão tendências de períodos anteriores. Tanto o produto tem alta mutação quanto o consumidor tem altera seu gosto.

É importante a verificação do tempo de entrega do produto por parte dos fornecedores. Para esse problema, o empresário deve ter em seu controle de estoque a quantidade mínima e a quantidade de segurança para alertá-lo de quando realmente deve comprar. O estoque de segurança é baseado no tempo que o fornecedor leva para entregar o pedido.

O planejamento e o controle adequado dos estoques trazem à empresa mais recursos financeiros, visto que o empresário não terá altos estoques, possuindo assim, mais capital de giro para realizar outros investimentos.

Fabiano Nagamatsu, consultor do Sebrae-SP

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.