Um empreendedor de sucesso – Roberto Marinho Filho

Claudio Marques

21 de setembro de 2011 | 06h28

Marinho_Filho.jpg

Busca constante pelo aprendizado e muita persistência. Esses são os principais conselhos de Roberto Marinho Filho, sócio e CEO da TCI BPO, empresa que oferece soluções para terceirização de processos de negócios (Business Process Outsourcing), a quem quer se tornar um empreendedor. Formado em administração de empresas pelas Faculdades Integradas da Católica de Brasília (FICB) e com MBA em gestão de negócios pelo Cedepe Business School em Recife (PE), Marinho Filho, de 36 anos, deu seus primeiros passos rumo ao empreendedorismo ainda bem jovem, aos 17. Na capital pernambucana, sua cidade natal, ele era proprietário um locadora de carros, que foi fechada quando estava com 21 anos. “Depois disso, ocupei cargo de executivo durante quatro anos em uma empreiteira”, conta o empresário.

A história de sucesso do empresário Roberto Marinho Filho, porém, começou efetivamente em 1998. Naquele ano, ele fundou, no Recife, a TCI, que nasceu da associação com a TNC file, empresa de guarda e gerenciamento de documentos. De lá para cá, a TCI não para de crescer. Em 2002 transferiu sua sede para São Paulo e dois anos mais tarde inaugurou unidades no Rio de Janeiro e em Brasília.
O leque da TCI também foi ampliado e hoje atua com análise e redesenho dos processos, modernização da gestão de documentos e informações, automação, até o gerenciamento de toda a cadeia logística de materiais, medicamentos e suprimentos em plataforma integrada de serviços. Atualmente, tem 4,2 mil funcionários, 33 sites operacionais distribuídos em todo o País, 13 centrais de armazenagem e processamento, 1,2 bilhão de documentos físicos armazenados, além de cinco unidade de gestão e higienização de têxteis.
Com 400 clientes em diferentes regiões do País e um crescimento anual médio de 46% nos últimos cinco anos, a empresa prevê um faturamento de R$ 300 milhões neste ano. Para Marinho, o grande segredo de seu sucesso foi montar, desde o início, uma equipe correta. E ele não para de crescer. Ainda neste ano deve anunciar algumas aquisições no Brasil e, a médio prazo, pretende chegar a países de línguas portuguesa e espanhola. “Empreender é um sacerdócio. Uma superação diária.”

Tudo o que sabemos sobre:

CEOempreendedorTCI BPO

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.