Polícia investiga assassinato no réveillon em Ipanema

Elias Gabriel Batista, de 29 anos, morreu hoje depois de ter sido baleado no abdômen na Avenida Vieira Souto, em Ipanema, durante a festa de réveillon. A polícia tem informações de que o rapaz havia se envolvido numa briga. Outras cinco pessoas ficaram feridas por balas perdidas quando comemoravam a passagem do ano em Copacabana. A morte de Batista está sendo investigada pela 14.ª Delegacia de Polícia (Leblon). "Ao que tudo indica, nesse caso não foi bala perdida. O tiro foi direcionado para ele", comentou um policial. Familiares e amigos serão ouvidos pela polícia a partir de amanhã. De acordo com investigadores, Batista já havia sido autuado por lesão corporal, desacato e desobediência, em 1999. O rapaz morreu no Hospital Municipal Miguel Couto. O irmão dele esteve no hospital, mas não quis falar com repórteres.Outras quatro pessoas foram internadas no Miguel Couto durante a passagem de ano, todas atingidas por balas perdidas. Gustavo Almeida Queiroz, baleado no tórax, é o que está em estado mais grave. Também estão internados Anderson Luís Souza, Camila Rodrigues da Silva e Rodrigo de Lira Cruz. O estado de saúde deles é considerado estável. Vilma Oliveira dos Santos foi atingida de raspão nas costas. Ela foi atendida no Hospital Copa D''Or e recebeu alta hoje. A assessoria de imprensa da Polícia Militar informou que não se pronunciaria a respeito das ocorrências com balas perdidas na virada do ano.

CLARISSA THOMÉ, Agencia Estado

01 de janeiro de 2008 | 18h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.