Dado Galdieri/Bloomberg
Dado Galdieri/Bloomberg

Minerva confirma férias coletivas em quatro frigoríficos

JBS também concede férias coletivas a partir de quinta-feira, 19, em cinco unidades

Mônica Scaramuzzo, O Estado de S.Paulo

17 de março de 2020 | 11h36

O frigorífico Minerva anunciou nesta terça-feira, 17, que vai conceder férias coletivas de até 20 dias, a partir do dia 23 de março, para funcionários de quatro de suas dez plantas no País, por conta da pandemia do coronavírus. Serão paralisadas as fábricas de Janaúba (MG) e José Bonifácio (SP) e duas em Mato Grosso: Mirassol D´Oeste e Paranatinga.

Segundo comunicado do grupo, como uma das medidas preventivas por conta do coronavírus, o Minerva passou a adotar desde segunda, 16, regime de trabalho home office para parte do  quadro de funcionários das áreas administrativas, dos escritórios corporativos de São Paulo e de Barretos.

Nesta semana, a partir do dia 19, o JBS, maior produtor global de proteína animal, vai conceder férias coletivas de 20 dias para cinco das 37 fábricas que a companhia tem no Brasil.

O setor de carne segue em alerta. O fechamento do mercado europeu e a forte queda da demanda na Ásia deverão elevar a oferta de carne dos frigoríficos e, por consequência, reduzir os preços da commodity.

Evento do agronegócio suspenso

Um dos maiores eventos do agronegócio, o Agrishow, que seria realizado no mês de maio em Ribeirão Preto (SP), teve a data postergada. O evento reúne os maiores agricultores do Brasil e movimenta a economia da cidade do interior paulista, pólo da produção de cana do País. Os organizadores não informaram qual será a nova data para o evento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.