Brasil tenta reviver fase dourada em Cannes

Depois do desempenho decepcionante em 2007, agências brasileiras chegam ao festival com 2.461 trabalhos

Da redação,

12 de junho de 2008 | 18h20

Começa no dia 15 a acirrada disputa pelos leões dourados da 55ª edição do Festival Internacional de Publicidade de Cannes, a maior e mais tradicional premiação da área. Desde sua estréia, em 1954, o evento reúne o que melhor a indústria da propaganda produziu no ano, além de refletir as mudanças do mercado. O jornal "O Estado de S. Paulo" é, desde 2001, o representante oficial do festival no Brasil. O estadao.com.br terá cobertura online do evento com blog, vídeos e áudios direto de Cannes.

Depois do desempenho decepcionante do Brasil no ano passado, quando levou apenas 30 leões, as agências brasileiras tentam reviver sua fase dourada, entre 1998 e 2001, quando saíram por quatro anos consecutivos como as melhores do mundo.

Este ano, são mais de 28 mil trabalhos inscritos a partir de 85 países, um número 10,2% maior do que em 2007. Até o dia 21, jurados de diferentes partes do mundo escolhem as melhores peças em dez categorias: Film, Direct, Promo, Media, Cyber, Press, Outdoor, Radio, Titanium & Integrated e a novidade desse ano, Design. Cada categoria ainda é dividida por tipo de produto anunciado, como serviços ou bebidas, por exemplo.

O Brasil enviará 11 jurados para o evento, dos quais apenas Márcio Salem, da Salem Propaganda, presidirá um júri, o da categoria Direct (Marketing Direto). Os outros participantes são Luiz Sanches, diretor de criação da AlmapBBDO (jurado na categoria Anúncios Impressos); Frederico Gelli, presidente da Tátil Design (Design); Mentor Muniz Neto, sócio da agência Bullet (Promo); Sergio Mugnaini, diretor de criação da AlmapBBDO (Cyber); Paulo Sanna, diretor de criação da McCann Erickson (Cyber); Flavio Casarotti, vice-presidente de criação da Fischer America (Radio); André Lima, diretor de criação da NBS (Outdoor); Eduardo Lima, diretor de criação da F/Nazca Saatchi & Saatchi (Film); Luiz Fernando Vieira, vice-presidente de mídia da Africa (Media); e Sergio Valente, presidente da DM9DDB (Titanium).

Tudo o que sabemos sobre:
Cannes Lions 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.