13º: como será paga a 2ª parcela

A segunda parcela do 13.º salário de quem trabalhou o ano todo corresponderá à diferença entre o total da remuneração paga pelo empregador com base no mês de dezembro e o que foi adiantado por ocasião das férias ou em 30 de novembro. Para obter o valor da segunda parcela, a ser paga até o dia 20 de dezembro, segundo a lei em vigor, quem começou a trabalhar após o dia 17 de janeiro deverá considerar a remuneração total de dezembro. Esse valor deverá ser dividido por 12 e o resultado multiplicado pelo número de meses de trabalho no ano. Em seguida, deverá ser descontado o que foi pago no adiantamento, seja no momento de concessão das férias, seja no dia 30 de novembro.No pagamento da segunda parcela, serão abatidos a contribuição para a Previdência Social e o Imposto de Renda. São os mesmos tributos que incidem sobre o valor do salário. Porém, os cálculos deverão ser feitos separadamente do salário de dezembro, para evitar que a soma do salário mais o 13.º leve à mudança na faixa de contribuição. Se isso ocorresse, prejudicaria o trabalhador com bitributação.Segundo o advogado e professor da Universidade de São Paulo (USP) Estevão Mallet, a multa por atraso no pagamento do 13.º salário é de 160 Ufirs por empregado, equivalente a cerca de R$ 170,00. "Se tiver reincidência no atraso, o valor da multa é dobrado", lembra o advogado. Veja amanhã as orientações de especialistas sobre qual a melhor utilização do 13.º salário e dicas de investimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.