2 milhões podem ter CPF cancelado em SP

Mais de dois milhões de paulistas correm o risco de ter o CPF cancelado em todo o Estado. São pessoas que não entregaram a declaração de isentos por dois anos consecutivos. Para não ter o número cancelado, os interessados precisam pagar uma taxa de R$ 4 em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, dos Correios ou do Banco do Brasil e preencher um formulário. Quem tiver o CPF cancelado fica impedido, entre outras coisas, de abrir conta bancária ou obter qualquer tipo de empréstimo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.