5 motivos para andar de scooter
Conteúdo Patrocinado

5 motivos para andar de scooter

Com vendas em alta, scooters são uma opção econômica e prática para se locomover pela cidade; Confira

Honda, Estadão Blue Studio
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

22 de setembro de 2021 | 11h07

As scooters têm conquistado cada vez mais os brasileiros. Esse tipo de moto que tem câmbio automático e design diferenciado tem batido recorde de vendas nos últimos anos e já representa quase 10% das motocicletas comercializadas mensalmente no Brasil. Até agosto, já foram vendidas 71.031 scooters.

Mas por que esse tipo de moto tem atraído cada vez mais novos condutores para os veículos de duas rodas? Abaixo listamos 5 motivos por que muita gente tem escolhido as scooters como opção de mobilidade urbana. Quem sabe você também encontra uma razão para pilotar uma scooter; confira

1 Economia de combustível

Uma das principais razões para andar de scooter é a economia de combustível. Modelos como a Honda Elite 125 rodam até 50 km/litro. Campeã de vendas do segmento, a Honda PCX tem até sistema Idling Stop, comum em automóveis de luxo, que desliga o motor de 150 cc em paradas mais longas, para economizar ainda mais gasolina e poluir menos. 

2 Fácil de pilotar

A principal diferença das scooters para as motos convencionais é o câmbio automático CVT, que não tem manete de embreagem e nem marchas; o condutor só precisa acelerar e frear. Todos os modelos de scooter da Honda, líder do mercado brasileiro de motocicletas e também na venda de scooters, são automáticos. Da pequena e leve Elite 125 à SH 300i, todas têm câmbio CVT. E a mais potente do line up, a inovadora X-ADV, usa um câmbio de dupla embreagem (DCT).

3 Praticidade

Outra característica das scooters é o compartimento sob o assento, para transportar ou guardar objetos. A Honda ADV, por exemplo, a mais recente scooter lançada pela Honda, comporta uma mochila ou até mesmo um capacete fechado sob o banco. Outras scooters da Honda, como a PCX e a própria Honda ADV, contam também com porta-luvas. Por falar em smartphones, as scooters da marca japonesa também vêm de fábrica com uma tomada 12 V, para você carregar seu telefone ou outros aparelhos eletrônicos.

4 Segurança

As scooters têm um design e uma posição de pilotagem diferentes das motos. O condutor vai sentado – e não montado –, e os pés ficam protegidos pelo escudo frontal, o que confere mais segurança aos iniciantes. Esse desenho também permite pilotar de sapato social ou de salto. A maioria das scooters da Honda conta com sistemas de freio mais seguros, como o ABS, que evita o travamento das rodas em frenagens de emergência; ou ainda os freios combinados (CBS), que distribuem a força da frenagem nas duas rodas.

5 Tecnologia

As scooters atuais também são recheadas de tecnologia. Desde a Elite 125, modelo de entrada para a linha de scooters Honda, elas estão equipadas com modernos faróis de LED. Há até aros de iluminação diurna (DRL) em scooters como a PCX e a Honda ADV. Outro item é a Smart Key, um chaveiro de presença que dispensa a chave na ignição e permite dar partida na scooter com a chave no bolso ou na bolsa. Os modelos ainda contam com painel completo, inclusive com computador de bordo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.