5 principais notícias de economia do dia

Queda no lucro da mineradora Vale, impasse na GM de São José dos Campos e gasto recorde do Brasil com pensão para viúvas foram os destaques 

O Estado de S. Paulo,

25 de julho de 2012 | 21h14

SÃO PAULO - A quarta-feira, 25, foi marcada pelo anúncio dos resultados financeiros da mineradora Vale, que teve uma queda de quase 60% no lucro no 2º trimestre. Pelo modelo contábil US GAAP, o ganho da empresa no período foi de US$ 2,66 bilhões. Já a montadora GM adiou a decisão sobre a fábrica de São José dos Campos (SP) para agosto. A situação dos 1,5 mil trabalhadores da unidade, contudo, continua complicada. Além disso, o governo divulgou que o Brasil atingiu no ano passado uma marca inédita: o maior gasto com pensão por morte do mundo, no total de R$ 60 bilhões.

Confira abaixo as 5 principais notícias:

- Lucro da Vale recua quase 60% no 2º tri e soma US$ 2,6 bi

Preço mais baixo do minério de ferro foi o grande responsável pela queda no resultado; variação cambial também prejudicou a mineradora (leia mais)

- GM se compromete a não tomar decisão sobre demissões até dia 4 de agosto

Montadora suspendeu a produção e deu dispensa remunerada a todos os funcionários da fábrica de São José dos Campos (SP), levantando o temor de demissões (leia mais)

- Brasil tem o maior gasto com pensão por morte do mundo: R$ 60 bi em 2011

Informação é do secretário de Políticas de Previdência Social, Leonardo Rolim; valor correspondeu a 2,8% do PIB no ano passado (leia mais)

- Dificuldade para instalar antenas chamou a atenção de Dilma, diz Bernardo

Ministro explicou que 250 municípios no País têm legislação própria que estabelecem regras para instalar antenas de telefonia celular (leia mais)

- Desemprego em 7 regiões fica estável em 10,7% no mês de junho, aponta Dieese

Em maio, taxa havia sido de 10,6%; na Região Metropolitana de SP, desemprego passou de 10,9% para 11,2% (leia mais)

Tudo o que sabemos sobre:
GMValepensãocelularemprego

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.