50ª Feira de Aviação na França movimenta US$ 30 bi em apenas 3 horas

Resultados, no entanto, devem ficar abaixo dos registrados nos últimos anos, dizem organizadores

Reuters,

17 de junho de 2013 | 18h10

SÃO PAULO - A Feira de Aviação da França, a Paris Airshow, chegou a sua 50.ª edição nesta segunda-feira, 17, com encomendas totais de US$ 30 bilhões (mais de R$ 60 bilhões). Tudo isso, apenas nas suas três primeiras horas.

Os pedidos, no entanto, devem ficar abaixo dos últimos anos. A estimativa neste ano é de que os resultados não superem os registrados nas últimas edições.

Grande parte das atenções está voltada para a nova geração de aviões de médio tamanho. A Boeing prevê mercado de US$ 1 trilhão (acima de R$ 2 trilhões) nos próximos 20 anos para os modelos.

A Embraer divulgou nesta segunda-feira até 365 unidades encomedadas nesta edição da feira. Entre os pedidos, estão 100 unidades do modelo E-175, feito pela companhia americana Skywest.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.