Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

52% das varejistas esperam vendas maiores nesta Páscoa

Porcentual, apurado em pesquisa da Serasa Experian, supera as expectativas informadas pelos empresários em 2011

Rodrigo Petry, da Agência Estado,

28 de março de 2012 | 15h26

SÃO PAULO - Cerca de 52% das empresas varejistas esperam um faturamento maior nesta Páscoa quando comparado às vendas da mesma data do ano passado, segundo levantamento divulgado nesta quarta-feira, 28, pela Serasa Experian. Este porcentual supera as expectativas informadas pelos empresários no ano passado, quando 49% das empresas esperavam aumento das vendas em comparação a 2010. Para este ano, 36% dos empresários projetam repetir o faturamento do ano passado, enquanto outros 12% preveem queda.

"De forma geral, as respostas da pesquisa mostram boa disposição das varejistas e indicam que a Páscoa 2012 já reflete as medidas de estímulo ao consumo e a redução dos juros", afirmou a Serasa, em comunicado. De acordo com a Serasa, a mesma data no ano passado aconteceu durante a vigência de medidas macrorpudenciais e ciclo de elevação dos juros. "Isso fez com que o consumidor preferisse a compra dos tradicionais ovos de Páscoa, que possui várias opções de preço", complementou a nota.

Os ovos de chocolate serão o principal presente nesta Páscoa, representando 86% das vendas, estimam os empresários do comércio. Na sequência, aparecem roupas, sapatos e acessórios (3%), celulares e smartphones (2%) e eletrônicos (2%). No ano passado, os ovos de chocolate eram a preferência de 91% dos consumidores, à frente de roupas, sapatos e acessórios (4%) e celulares e smartphones (2%).

De acordo com o levantamento, 64% das varejistas preveem que os consumidores gastarão até R$ 50 este ano com presentes de Páscoa, frente a 70% das estimativas dos empresários no ano passado. Em 2012, para 24% das varejistas os gastos ficarão entre R$ 51 e R$ 100 (ante 20% de 2011). Já para 8% das empresas, os consumidores gastarão entre R$ 101 a R$ 200 este ano, ante 7% do ano passado.

O maior otimismo em relação a Páscoa deste ano encontra-se entre as varejistas de maior porte, com 73% delas prevendo aumento das vendas em relação a 2011. Entre as médias e pequenas, a estimativa de alta das vendas sobre 2011 é registrada, respectivamente, por 62% e 51% dos empresários.

Os empresários estimam ainda que 49% das compras nesta Páscoa serão realizadas com pagamento à vista e 51% a prazo. No ano passado, havia um equilíbrio, com cada modalidade representando metade das vendas.

Por regiões, a Sul é a mais otimista, com 53% das empresas estimando vendas maiores estes ano, seguida pelo Nordeste (52%), Sudeste (51%), Norte (48%) e Centro-Oeste (47%).

A pesquisa da Serasa entrevistou 1.014 empresários do varejo em todo o País, de todos os segmentos e portes, entre os dias 6 e 13 de março. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.