carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

72% esperam que Kirchner enfrente poder econômico

Sete em cada dez argentinos acreditam que o novo presidente, Néstor Kirchner, é sincero quando diz que vai enfrentar o poder econômico. Uma proporção ainda maior considera que a população lhe dará seu apoio no início de governo. Porém, ninguém acredita que governar o país no atual momento será uma tarefa fácil e somente a metade prevê que Kirchner terá sucesso. Este é o resultado de uma pesquisa realizada pela Opinião Pública, Serviços e Mercados (OPSM), do consultor Enrique Zuleta Puceiro, como parte de um estudo chamado de Monitor de Tendências Econômicas e Sociais, para o qual foram entrevistadas 1.100 pessoas de todo o país, obedecendo o critério de proporções por idade, sexo e nível socio-econômico. Indagados sobre se Kirchner é sincero em suas intenções de enfrentar as corporações econômicas, 71,8% responderam que sim, enquanto que 25,4% acreditam que não. Sobre se a população o apoiará, 53,6% responderam afirmativamente, ante 26,6% que pensam o contrário. Quase 90% dos entrevistados disseram que os demais partidos políticos deveriam apoiar Néstor Kirchner.

Agencia Estado,

19 de maio de 2003 | 08h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.