800 mil consultam saldo do FGTS

Na primeira semana de consultas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) na Internet, 803.630 trabalhadores acessaram a página da Caixa Econômica Federal (CEF) (veja o link abaixo) buscando informações sobre o saldo de suas contas do Fundo. Do total, 157.106 cadastraram a senha que dá acesso à consulta. Cerca de 44 milhões de contas, entre ativas e inativas, estão disponíveis para consulta.Outras 24 milhões precisam ser atualizadas no cadastro do FGTS, por causa de divergências no PIS/PASEP, pois a exigência de se cadastrar o PIS/PASEP passou a ser feita apenas a partir de 1998. As pessoas que não conseguiram o acesso ao saldo do FGTS, devem procurar as agências da CEF para atualizar seus dados. Não estão disponíveis no site da Internet, além das contas com divergências cadastrais (PIS/PASEP e/ou nome), contas com bloqueios judiciais/administrativos, contas de empregados domésticos e aquelas que não possuem saldo. Ao entrar no endereço eletrônico da Caixa, o trabalhador verá a janela com o título FGTS - Consulte aqui o seu saldo. O titular da conta precisa de quatro dados para acessar as informações: o número do PIS-PASEP, do CGC (CNPJ) da empresa em que trabalha ou trabalhou, a data de admissão nessa empresa e sua data de nascimento. Com esses dados à mão, receberá uma senha provisória, que lhe dará acesso aos dados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.