90% dos lançamentos da MRV vieram de programa federal

Empresa possui aproximadamente 28 mil unidades que se enquadram no Programa "Minha Casa, Minha Vida"

Raquel Massote, da Agência Estado,

17 de agosto de 2009 | 16h53

O vice-presidente executivo e de Relações com Investidores da MRV Engenharia, Leonardo Corrêa, disse nesta segunda-feira, 17, durante teleconferência com analistas, que o Programa "Minha Casa, Minha Vida", respondeu por 90% do número de lançamentos realizados pela empresa no segundo trimestre deste ano. "Os lançamentos têm sido marcadamente voltados ao programa "Minha Casa, Minha Vida", disse.

 

No segundo trimestre deste ano, o valor dos lançamentos caiu 23%, na comparação com o mesmo intervalo de 2008, para R$ 614 milhões, com um total de 5,977 mil unidades. De acordo com a MRV, esta redução decorre da estratégia adotada de diminuição de estoques já existentes.

 

Do total das vendas no trimestre passado, 25,3% foram correspondentes a unidades lançadas no mesmo trimestre, e 74,7% de unidades em estoque. Já o estoque da MRV a valor de mercado atingiu R$ 1,3 bilhão ao final de junho deste ano. Deste total, 42% estavam enquadrados dentro do programa e 58% com financiamento pelo Sistema Financeiro da Habitação.

 

Rubens Menin, presidente da empresa, explicou que a MRV possui aproximadamente, 28 mil unidades que se enquadram no Programa do Governo Federal, o que equivaleria praticamente ao número de unidades que a empresa pretende vender este ano. "Temos mais de 100 projetos aprovados dentro do programa. A Caixa Econômica Federal tem trabalhado muito bem e os prazos estão cada vez mais curtos para a aprovação dos projetos", disse.

 

No entanto, conforme enfatizou Menin, a estratégia da companhia é realizar lançamentos à medida da demanda. "Pretendemos manter as vendas contratadas na casa de R$ 850 milhões. Não queremos ampliar pelo menos nos próximos dois trimestres muito mais o volume de vendas contratadas."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.