95% das empresas preveem aumentar receita, diz pesquisa

Levantamento da Deloitte mostra que empresários brasileiros estão otimistas em relação a 2010

Fabrício de Castro, da Agência Estado,

15 de dezembro de 2009 | 13h07

Os empresários brasileiros estão otimistas e esperam crescimento dos negócios em 2010. De acordo com pesquisa divulgada hoje pela consultoria Deloitte, 95% das empresas preveem aumento de receitas no próximo ano. Apenas 1% delas preveem queda.

 

Os dados mostram ainda que, para 69% das empresas pesquisadas, 2009 vai terminar com ganhos de receita. Apenas 23% das companhias indicaram que haverá retração do faturamento ao fim deste ano, apesar dos efeitos da crise econômica no Brasil.

 

"Em que pese a turbulência, 2009 está saindo melhor que a encomenda. E as empresas também esperam crescimento das receitas em 2010", afirmou José Paulo Rocha, responsável técnico pela pesquisa.

 

Entre os setores da economia com maior potencial de crescimento, os empresários apontaram o de petróleo e gás, com 19% das respostas, e o da construção civil, com 17%. Estes são justamente os setores que vêm sendo favorecidos por novas descobertas de reservas e por incentivos do governo.

 

Na pesquisa, a Deloitte ouviu 573 empresas que, juntas, representam receita de R$ 500 bilhões (17,3% do PIB em 2008). Na pesquisa, 10% das empresas são de capital aberto e a idade média das companhias é de 30 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.