‘A bola está claramente no campo da Espanha’, diz diretor do BCE

Segundo Jörg Asmussen, os países europeus aumentaram o poder de fogo dos fundos de resgate para cerca de US$ 1 trilhão

19 de abril de 2012 | 17h44

WASHINGTON - O ônus agora está sobre a reforma da combalida economia da Espanha, afirmou hoje o diretor do Banco Central Europeu, Jörg Asmussen. "A bola está claramente na área da Espanha", afirmou. Amussen disse que os países europeus aumentaram o poder de fogo dos fundos de resgate para cerca de US$ 1 trilhão. "Os europeus fizeram sua parte. Agora está com nossos parceiros o aumento dos recursos para empréstimos do Fundo Monetário Internacional.

Asmussen acrescentou que está confiante que um acordo para aumentar esses recursos poder ser feito esta semana. Ele disse que a Espanha já embarcou em reformas "audaciosa" no mercado de trabalho. Ele também disse que o banco central já fez sua parte com as recentes políticas monetárias, e que junto com outro atores trabalhou para "estabilizar" a situação. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
FMIBCEEspanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.