A era da sustentabilidade

Não resta dúvida de que vivemos, atualmente, na era da busca da sustentabilidade. Se o termo sustentabilidade ainda não provocou nos indivíduos a reflexão necessária e urgente no tocante à preservação planetária, deve pelo menos ter plantado uma semente de preocupação em relação ao efeito devastador de qualquer descaso ambiental.

GERENTE DE CARREIRAS DO IBMEC-RJ, O Estado de S.Paulo

08 de julho de 2012 | 03h10

Na última década, a discussão em torno deste tema passou a ser comum em debates e conferências internacionais, em encontros entre líderes governamentais e empresariais e assunto frequente em todos os veículos de mídia.

Na verdade, sustentabilidade traz sempre consigo uma preocupação com o futuro e tem sido a palavra-chave quando se fala em sobrevivência do planeta, em perenidade de um empreendimento e no bem-estar social. Governos, organizações corporativas e a sociedade civil devem entender a sustentabilidade como seu grande desafio.

No mundo organizacional, a busca da sustentabilidade deve ser o elemento mobilizador na definição de estratégias corporativas. Neste sentido, as empresas devem adotar na condução dos seus negócios o modelo dos pilares do desenvolvimento sustentável: ser economicamente viável, agir com respeito aos aspectos ambientais e ter responsabilidade com a sociedade.

Desta forma, a sustentabilidade corporativa está intimamente ligada a um modelo de gestão com o comprometimento em ser economicamente lucrativo, em atender às questões ambientais e ter ações corretas diante da sociedade (entendendo neste quesito não só funcionários e clientes, mas toda a dimensão social que envolve uma empresa).

Continuidade. Em outras palavras, as empresas devem incorporar em sua estratégia: planos concretos de crescimento econômico, ética, transparência e responsabilidade social e ambiental em suas ações.

Avançar em direção à sustentabilidade é um despertar inadiável para as empresas que desejam dar continuidade ao seu negócio no futuro.

E quando pensamos em nossa carreira, é possível falarmos em sustentabilidade? Certamente. O conceito de sustentabilidade nos leva invariavelmente ao conceito de sobrevivência.

O indivíduo que deseja ter uma carreira sustentável terá de dar um caráter atemporal à sua empregabilidade, ou seja, deverá permanentemente desenvolver novas habilidades e competências demandadas pelo mundo do trabalho.

Em outros tempos, as empresas desenhavam a evolução de carreira dos seus funcionários e consideravam que o bom profissional era aquele que detinha bons conhecimentos técnicos e que atendia adequadamente aos seus interesses corporativos.

Por sua vez, os profissionais buscavam apenas a estabilidade nas relações empregatícias, tinham um olhar estreito para sua carreira e muitos desejavam construir uma trajetória voltada a uma única organização.

Com as transformações do mundo do trabalho, com a ebulição da competitividade, com o dinamismo do mercado, esta realidade acabou ganhando novos contornos.

Agora, as organizações procuram profissionais empreendedores, que desenvolvem sua carreira como um empreendimento, como um negócio e que permanecem atualizados com as demandas do cenário vigente.

Para sobreviverem a qualquer intempérie, os profissionais devem, então, munir-se de uma estrutura de competências e habilidades que possam dar um caráter sustentável na sua carreira.

Mandamentos. Além disso, os profissionais devem buscar compreender as transformações globais, manter seus valores em sincronia com os da organização ou do seu negócio, fortalecer a sua rede de relacionamentos, adotar princípios éticos em sua conduta, valorizar o bom trato social e sua qualidade de vida. Devem, ainda, ter ações que contribuam para a conservação ambiental e, desta maneira, potencializar sua sustentabilidade profissional.

Como podemos perceber o termo sustentabilidade vai além do modismo, trata-se de uma necessidade emergencial.

De acordo com Leonardo Boff, não existe sustentabilidade sem o cuidado. Assim, cuide do seu convívio social, do seu bem-estar, da sua carreira, do seu planeta. Dê um olhar de delicadeza a todas estas esferas da sua vida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.