finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

À espera do G-20, bolsas asiáticas registram leves ganhos

Xangai e Manila sobem mais de 3%, Tóquio ganha +2,71%; Seul, Cingapura e Bangcoc caem

Agências internacionais,

14 de novembro de 2008 | 06h51

As Bolsas asiáticas encerraram o último pregão da semana com leves ganhos, à espera da abertura da cúpula do G-20 em Washington na noite desta sexta-feira. Os principais países desenvolvidos e emergentes vão procurar maneiras de tirar o mundo da crise financeira. Veja Também:De olho nos sintomas da crise econômica  Lições de 29Como o mundo reage à crise  Dicionário da crise Entenda a disparada do dólar e seus efeitos O índice Nikkei da Bolsa de Tóquio fechou em alta de 223,75 pontos (+2,71%), para 8.462,39. O índice Topix, que reúne todos os valores da primeira seção, subiu 9,38 pontos (+1,11%), aos 846,91. O índice Hang Seng, de Hong Kong, subiu +2,43%. Em Kuala Lumpur, o ganho foi de +0,27%, enquanto que Jacarta aumentou +0,06%. A Bolsa australiana somou +1,46%. Manila e Xangai registraram altas superiores a 3%. O índice PSEI subiu +3,08%; Já o indicador de Xangai aumentou 3,05%. Os outros mercados asiáticos registraram leves perdas. O indicador Kospi da Bolsa de Seul caiu 0,18 ponto (0,02%), para 1.088,26. O índice de valores tecnológicos Kosdaq perdeu 5,90 pontos (1,89%), aos 317,45. Cingapura caiu -0,08% e Bangcoc diminuiu -0,15%. A reunião de dois dias do G-20 deve analisar as reformas do sistema mundial, sacudido pela crise de empréstimos imobiliários de risco que se estendeu para todo o sistema americano e resultou em uma diminuição do crédito mundial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.