À espera do plano de Obama, Bolsas asiáticas abrem em alta

Nesta segunda-feira, secretário do tesouro americano expõe o pacote de resgate do sistema financeiro

Agências internacionais,

09 de fevereiro de 2009 | 01h19

As Bolsas asiáticas abriram o pregão desta segunda-feira, 9, em alta, na semana em que todas as atenções estarão voltadas para as discussões sobre o plano de resgate dos Estados Unidos.   Veja também De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise  Lições de 29 Como o mundo reage à crise    O índice Nikkei da Bolsa de Valores de Tóquio ganhava 160,77 pontos (1,99%), aos 8.237,39. Já o índice Topix aumentava 10,80 pontos (1,37%), para 801,64.   O dólar abriu a 92,05 ienes no mercado de divisas de Tóquio, frente à cotação de 90,92 ienes de sexta-feira. O euro abriu a 119,35 ienes no mercado de divisas de Tóquio, frente à cotação de 116,07 ienes. Frente ao dólar, o euro era intercambiado a US$ 1,296, frente à cotação de US$ 1,2766 da jornada anterior.   O índice Kospi, da bolsa de Seul, subia 14,18 pontos (1,17%), aos 1.224,44. Já o índice de ações tecnológicas Kosdaq ganhava 5,23 pontos (1,38 %), aos 384,02.   O índice Hang Seng da Bolsa de Hong Kong aumentava 210,55 pontos (1,54%), aos 13.865,59.   Nesta terça-feira, o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner vai expor o plano de resgate dos sistema financeiro do presidente Barack Obama.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.