A incrível diversidade da eletrônica digital

O espetáculo visual único e multicolorido dos novos monitores e televisores de LED (Light Emitting Diode), OLED (Organic Light Emitting Diode), Laser e TV tridimensional (TV3D) foi uma das marcas da Feira de Las Vegas - o Consumer Electronics Show (CES) -, um verdadeiro espetáculo de convergência digital. Mais do que em suas edições anteriores, o CES 2009, encerrado no domingo passado, mostrou que uma das armas estratégicas contra a crise é a inovação tecnológica.Do ponto de vista econômico, os números preliminares mostram que o evento ainda não reflete estagnação nem recessão econômica no setor de eletrônica de entretenimento. Pelo contrário. Nunca foram lançados tantos produtos inovadores, como os novos modelos de câmeras miniatura de vídeo ultra-avançadas, de alta definição. Até um conceito novo, o da Cell TV, foi explorado pela japonesa Toshiba, ao mostrar seu projeto de televisor inteligente, dotado do microprocessador Cell, de multinúcleos, da IBM, o mesmo utilizado nos console Play Station 3 da Sony. Com esse chip, o televisor passa a gravar e processar vídeo, selecionando dezenas de filmes armazenados em discos rígidos, integrando computador e internet à TV, num exemplo concreto de maturidade da chamada TV sobre protocolo IP (IPTV).FUSÃO PC-TV Neste Consumer Electronics Show (CES), fica ainda mais nítida e marcante a tendência de fusão entre TV de alta definição, toca-discos Blu-Ray, internet e computador. E comprova a força econômica do mundo do entretenimento eletrônico, que já não atrai apenas empresas de áudio e vídeo, como no passado, mas empresas de telecomunicações e informática - como IBM, HP, Intel e Motorola - e a própria indústria automobilística, com veículos ultrassofisticados, dotados de todos os recursos e acessórios que as tecnologias digitais podem oferecer.O número de gadgets deste CES 2009 surpreende não apenas pela quantidade mas, especialmente, por sua originalidade e criatividade. Um bom exemplo foi a variedade de porta-retratos digitais (photoframes), que permitem a projeção programada de milhares de fotos ou vídeos, como o Picture Porter 35, porta-retrato digital que tem uma tela de 3,5 polegadas (8,9 cm) de diagonal e pode armazenar milhares de fotos com sua memória de 160 gigabytes (GB). Outros modelos podem servir de monitores para projeção de mensagens ou de páginas da internet ou para comunicação.Para aqueles que não têm paciência para ver TV no computador, foi lançado o aparelho WhereverTV Receiver, que permite assistir a programas de até 100 países, onde quer que estejam.FLASH MEMORIES O grande show das memórias ficou por conta das chamadas memórias flash - Solid State Devices ou Solid State Drives (SSDs). Diversos notebooks ou mesmo os menores netbooks já utilizam memórias de estado sólido, sem qualquer parte móvel, em lugar dos discos rígidos ou HDs, como é o caso das novas linhas Sony Vaio e Lenovo.Muito mais compactas e com maior capacidade de armazenamento de informação, as memórias SSDs tendem a substituir progressivamente os discos rígidos, não apenas nos computadores, mas nas câmeras de vídeo e fotográficas digitais, bem como em todos os equipamentos portáteis, como os tocadores de música MP3.Para quem gosta de filmadoras de vídeo (camcorders), há hoje um verdadeiro banquete de ofertas. O elevado número de câmeras de vídeo neste CES 2009 - em especial da Panasonic, Canon, Sony e Samsung - trouxe opções de alta definição e elevada capacidade de armazenamento, seja com DVDs graváveis ou memórias flash. E, para alegria dos consumidores, com preços cada dia mais baixos.O CES 2009 mostrou também dezenas de modelos de projetores de alto padrão, não apenas de dimensões tradicionais, mas, em especial, os ultra-compactos, com imagens até de alta definição (1080 por 1920 pixels) e, felizmente, mais baratos. Com o uso de tecnologia de LED ou de laser, esses projetores miniaturizados têm três vantagens significativas: menores dimensões, menores preços e luminosidade muito mais elevada.Na linha de notebooks e netbooks, o número de opções é cada vez maior e com recursos incríveis, como o uso dos DVDs de alta definição Blu-Ray graváveis, novos microprocessadores multinúcleos e comunicação sem fio.A nova guerra se trava na produção de netbooks ultraleves, com menos meio quilo de peso total.TRADUTOR É surpreendente o progresso dos tradutores automáticos nos últimos anos. Um bom exemplo é o iTravl, que permite ao usuário a comunicação bidirecional em diversas línguas, além de oferecer um dicionário eletrônico. Portátil e ativado pela voz, o iTravl permite que o usuário dialogue com estrangeiros em aeroportos, hotéis e outros locais. O aparelho é indicado também para estudo e treinamento de línguas estrangeiras.Com os novos recursos da microeletrônica e da realidade virtual, surgem também opções de brinquedos que apaixonam até os adultos, como é o caso dos simuladores de corridas de Fórmula 1 ou de simuladores de voo (flight simulators), como os da Intel e da Microsoft.

Ethevaldo Siqueira, esiqueira@telequest.com.br, LAS VEGAS, O Estadao de S.Paulo

17 de janeiro de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.