A nova cara do marketing no setor de tecnologia

O marketing para produtos de tecnologia está cada vez menos concentrado nas configurações e poder de armazenamento. Hoje, para vender, um bom computador tem de se encaixar em um estilo de vida. E há laptops para todos os gostos: os ultrafinos, os ultraleves, os voltados para os viciados em games, os que viram tablets. "Hoje, o mundo da tecnologia é, de certa forma, muito mais feminino, ligado a questões não palpáveis", diz o presidente do Grupo Troiano de Branding, Jaime Troiano.

O Estado de S.Paulo

14 de julho de 2014 | 02h03

Até marcas associadas quase que exclusivamente à confiabilidade, como a Intel, estão buscando um diálogo mais "humano" com o consumidor. Para promover os processadores instalados nos computadores Toshiba, a agência americana Pereira & O'Dell, que pertence ao grupo brasileiro ABC, desenvolveu a série The Beauty Inside (Beleza Interior), que ganhou dois Grand Prix em Cannes em 2013.

Segundo o sócio da agência, PJ Pereira, o filme teve a intenção de se distanciar de aspectos técnicos ao inserir os computadores da Toshiba em uma narrativa sobre beleza interior. "Queríamos mostrar o computador sendo usado, até porque comparação de features (configurações) coloca todos os fabricantes em um lugar muito parecido. Hoje, é a marca que estabelece a diferenciação."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.