Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

A nova diretoria da Susep

Como era esperado, a ''''Quarta Conseguro'''' foi sucesso de público e de resultados. Com a expressiva presença de profissionais dos mais variados setores envolvidos com seguros, resseguros, previdência privada aberta, planos de saúde privados e capitalização, o evento pode ser considerado o marco da mudança para um novo patamar. Um patamar onde a maturidade e o profissionalismo passam a ser a bandeira de uma atividade engajada no cumprimento de suas responsabilidades sociais, com a proteção do patrimônio nacional e a geração dos investimentos de longo prazo necessários ao custeio da infra-estrutura do país se consolidando como seus grandes objetivos estratégicos, dentro de uma visão moderna de administração empresarial, onde lucro e responsabilidade se fundem em favor do bem comum. Mas isso é tema de um artigo específico, a ser oportunamente publicado.Hoje, o tema é o momento com mais repercussão dentro do evento. O almoço-palestra do novo Superintendente da Superintendência de Seguros Privados (Susep) foi uma consagração. Por qualquer ângulo que se olhe, a demonstração de força dada pelo sr. Armando Vergílio não deixa dúvida de que ele chega ao cargo apoiado por grande parte das forças do mercado e, além delas, por diversos partidos políticos, do governo e da oposição.Nunca na história recente da atividade seguradora nacional a primeira aparição oficial de um Superintendente da Susep foi tão prestigiada por um número tão elevado de participantes importantes como o almoço-palestra do sr. Armando Vergílio na Conseguro.Os quatro presidentes das federações de seguros gerais, planos de saúde, previdência privada e capitalização, o presidente da Fenaseg, o presidente da Federação Nacional dos Corretores de Seguros, todos os presidentes dos Sindicatos dos Corretores de Seguros; a maioria dos presidentes dos Sindicatos Estaduais das Empresas de Seguros, mais um senador do PSDB e considerável número de deputados e secretários de Estados, além de praticamente todos os principais executivos da área estavam lá, prestigiando com sua presença a palestra do novo superintendente.Mas o apoio foi além. Foi a primeira vez que eu ouvi um líder de partido da oposição declarar publicamente que a bancada de seu partido apóia o sr. Armando Vergílio no Congresso Nacional.E o discurso do novo superintendente não decepcionou. O sr. Armando Vergílio falou com clareza. Expôs sua visão da Susep e do mercado e apontou os principais rumos que pretende seguir, com ênfase na necessidade da proteção do consumidor e, por isso, na manutenção das políticas já em curso, destinadas a garantir a solvência das empresas e a transparência dos negócios.Para os que tinham alguma preocupação com o fato de ele ser o presidente da Federação Nacional dos Corretores de Seguros, sua afirmação de que será um agente do Estado e não um representante classista soou como música. Que, somada às outras propostas apresentadas, formou um cenário otimista para os próximos anos.Mas o ponto alto da palestra foi a apresentação dos demais membros da diretoria da Susep e como eles deverão atuar. Todos são profissionais com currículos consistentes e relativamente familiarizados com as atividades que deverão supervisionar.Sendo cada um deles especializado numa determinada área, a partir de agora, ainda que mantida a forma colegiada da diretoria, os diversos setores da Susep passam a ficar diretamente subordinados a um diretor específico, de acordo com sua área de especialização.E isso é um avanço no sentido da otimização do funcionamento da autarquia. Com gente especializada respondendo por cada área é de se esperar um significativo ganho de eficiência, que deve beneficiar todo o segmento e proporcionar o cenário necessário para o crescimento harmônico de uma atividade que deve ocupar, nos próximos anos, um dos principais lugares como provedora de recursos para investimentos de longo prazo.*Antonio Penteado Mendonça é advogado e consultor, professor do Curso de Especialização em Seguros da FIA/FEA-USP e comentarista da Rádio Eldorado. E-mail: advocacia@penteadomendonca.com.br

Antonio P. Mendonça *, O Estadao de S.Paulo

07 de setembro de 2024 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.