David W Cerny|Reuters
David W Cerny|Reuters

AB InBev quer vender marcas premium por questões regulatórias 

Marcas Peroni e Grolsch, da SABMiller, seriam vendidas para reduzir preocupações dos órgãos reguladores com a aquisição da cervejaria americana pela AB Inbev

O ESTADO DE S. PAULO

03 Dezembro 2015 | 11h28

LONDRES - A Anheuser-Busch InBev anunciou nesta quinta-feira que avalia a possibilidade de vender uma série de marcas premium europeias da SABMiller e negócios relacionados, para atender a questões regulatórias.

A SABMiller revelou que a AB InBev contatará potenciais compradores nas próximas semanas com relação às marcas Peroni e Grolsch e seus negócios associados na Itália, na Holanda e no Reino Unido. A companhia sediada na Bélgica também considera a venda da Meantime, cervejaria comprada pela SABMiller neste ano. De acordo com a SABMiller, qualquer venda pode incluir uma ou mais dessas marcas ou negócios e seria condicional à conclusão da aquisição da SABMiller pela AB InBev.

Notícias divulgadas nesta semana indicavam que a AB InBev planejava vender duas das mais conhecidas marcas da SABMiller. A AB InBev pretende com isso reduzir as preocupações regulatórias na Europa sobre a aquisição da concorrente.

Em novembro, a AB InBev anunciou um acordo para comprar a SABMiller por cerca de US$ 108 bilhões. O negócio, caso confirmado, criará uma gigante que dominará cerca de 30% do mercado global de cervejas. A Peroni e a Grolsch são duas das quatro marcas globais da SABMiller, ao lado da Miller Genuine Draft e da Pilsner Urquell. Perto das 9h40 (de Brasília), a ação da AB InBev subia 1,07% na Bolsa de Bruxelas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.