Abag vê com mais cautela crescimento da aviação

O presidente do Conselho da Associação Brasileira de Aviação Civil (Abag), Eduardo Marson, disse nesta segunda-feira que o setor vê com mais cautela um crescimento nos próximos anos em relação aos avanços de cerca de 6% anuais verificados de 2009 a 2012. De acordo com Marson, a aviação geral depende do crescimento da economia, e a desaceleração do Produto Interno Bruto (PIB) em 2013 leva a uma previsão mais conservadora das empresas do setor. Ele, no entanto, afirmou acreditar que o setor cresça em, no mínimo, 4% em 2013 ante 2012 em frota.

WLADIMIR D'ANDRADE, Agencia Estado

12 de agosto de 2013 | 16h30

"Hoje o setor tem mais cautela sobre a repetição dos índices de crescimento dos últimos anos", disse, na apresentação da 10.ª Conferência e Feira Anuais de Negócios de Aviação da América Latina (Labace). "Vamos sofrer com uma demanda menos pujante", completou. O diretor-geral da Abag, Ricardo Nogueira, afirmou que o crescimento da frota da aviação geral dos últimos anos, acima de 6%, está bem superior à média mundial, que é de 3% a 3,5%.

Tudo o que sabemos sobre:
Abagaviação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.