Abal: produção de alumínio primário subiu 3% em 2007

A produção de alumínio primário em 2007 cresceu 3,1% em comparação com o ano anterior. Segundo a Associação Brasileira do Alumínio (Abal), a produção somou 1,654 milhão de toneladas, ante 1,604 milhão produzidas em 2006. Para 2008, a expectativa é de um crescimento de 1,6% na produção do setor, que pode chegar a 1,682 milhão de toneladas.De acordo com a entidade, em dezembro foram produzidas 141,6 mil toneladas, volume 3% superior as 137,5 mil toneladas produzidas em dezembro de 2006. Na comparação com novembro, a produção somou 137,1 mil toneladas, o que representa um avanço de 3,28%.A empresa que impulsionou o setor do alumínio no ano passado foi a CBA, do grupo Votorantim. Sua produção passou de 404,9 mil toneladas em 2006 para 450,9 mil toneladas, alta de 11,4%, o que aproximou a companhia da líder Albras, controlada pela Vale. A Albras produziu no ano passado 459 mil toneladas, praticamente o mesmo volume do ano anterior.A terceira colocada do mercado é a Alcoa, cuja produção cresceu 2,4% no ano para 365,3 mil toneladas. A BHP teve um crescimento de 0,8% para 178,9 mil toneladas. As quedas ficaram por conta da Novelis, que teve recuo de 2,6% no ano para 107 mil toneladas, e da Valesul, com queda de 2,2% para 93,7 mil toneladas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.