Abastecer com etanol só é vantajoso em Mato Grosso

Os preços da gasolina seguem mais competitivos que os do etanol em 22 Estados brasileiros e no Distrito Federal, de acordo com dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), compilados pelo AE Taxas, da Agência Estado, referentes à semana passada. Mato Grosso é o único Estado brasileiro onde é vantajoso abastecer com etanol, se considerados os preços médios. Em São Paulo, Goiás e Tocantins, é economicamente indiferente o uso de um ou de outro combustível

GUSTAVO PORTO, Agencia Estado

25 de janeiro de 2011 | 12h23

A vantagem do etanol é calculada considerando que o poder calorífico do motor a álcool equivale a 70% do poder nos motores à gasolina. Ou seja, é mais vantajoso para o motorista abastecer com álcool quando o preço cobrado no posto equivale a até 70% do preço da gasolina.

Em Mato Grosso, de acordo com os preços levantados pela ANP, o valor médio do hidratado é 68,40% do cobrado pela gasolina. Em Goiás, a paridade é de 69,63%. Em São Paulo, que concentra quase 60% do consumo nacional de etanol, a proporção está em 69,84%. Em Tocantins, ela atinge 70,04%. Com isso, nos três Estados, é possível afirmar que o uso de gasolina ou etanol é indiferente se considerados os preços médios.

A gasolina está mais vantajosa principalmente no Rio Grande do Sul, onde o preço do etanol é 82,92% do valor da gasolina, e em Roraima (82,36%). No cálculo, são utilizados valores médios coletados em postos em todos os Estados e no Distrito Federal.

Tudo o que sabemos sobre:
etanolgasolinacombustívelpreçoANP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.