Abastecimento de álcool está garantido, dizem usineiros

O assessor da União da Agroindústria Canavieira de São Paulo (Unica), Onório Katayama, descartou hoje a possibilidade de desabastecimento no mercado de álcool combustível, apesar de a adesão dos usineiros do Centro-Sul a um plano de antecipação de safra não ter atingido os volumes de produção negociados com o governo federal.A previsão era de que houvesse, até maio, quando tradicionalmente tem início a safra sucroalcooleira, uma antecipação da produção de 650 milhões de litros. Katayama estima que os compromissos assinados até o momento pelos usineiros do Centro-Sul visando à antecipação da safra somam uma produção de cerca de 450 milhões de litros."Isso não significa que haverá desabastecimento. A parcela dos produtores que está antecipando a safra já garante o abastecimento", disse Katayama, um dos palestrantes da 6ª Conferência Anual do Açúcar e do Álcool, que está sendo realizada em São Paulo.A meta acertada pelos usineiros com o governo é elevar a produção de álcool combustível de 11,1 bilhões de litros produzidos na safra 2002/03 para 12,6 bilhões na safra 2003/04, que está se iniciando. Esse aumento da oferta deverá implicar redução de 7,8% na produção de açúcar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.