Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

ABC Brasil: varejo continuará com crescimento marginal

O crescimento marginal de 0,5% registrado nas vendas do comércio varejista no mês de setembro em relação a agosto, conforme mostrou a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE), divulgada nesta quarta-feira, 13, tende a permanecer nas próximas leituras, segundo a economista do Banco ABC Brasil Mariana Hauer.

FRANCISCO CARLOS DE ASSIS, Agencia Estado

13 de novembro de 2013 | 12h01

Isso porque, de acordo com ela, as vendas tendem a acompanhar a renda e os salários, cujos aumentos devem ocorrer a taxas mais modestas. "O comércio tem crescido de forma fraca e não é de hoje", disse a economista do ABC Brasil. "E daqui para frente deve continuar a acompanhar os salários e a renda."

Mariana também destacou o comportamento do segmento de móveis e eletrodomésticos, que na margem caiu 0,2% em setembro em relação a agosto, mas foi o segundo item que mais contribuiu positivamente para a PMC na leitura anual, de setembro deste ano em relação ao mesmo mês do ano passado.

As vendas menores de móveis e eletrodomésticos mereceram destaque na avaliação do resultado feita pela equipe de economistas do Banco Fator, comandada por José Francisco Lima Gonçalves. De acordo com a análise da instituição, a queda no volume de vendas desse setor é uma demonstração de que o programa Minha Casa Melhor chegou ao seu limite. O programa prevê que os os beneficiários do Minha Casa, Minha Vida tomem crédito de até R$ 5 mil para comprar móveis e eletrodomésticos e paguem em até 48 meses.

Tudo o que sabemos sobre:
varejoIBGEsetembroABCFator

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.