ABCFarma divulga lista de remédios mais baratos

Pessoas que sofrem de doenças do coração, diabetes e hipertensão poderão gastar menos na compra de medicamentos. A Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico (ABCFarma) deve divulgar hoje a lista de cerca de 1.500 medicamentos que terão o preço reduzido em 10,23%. A redução será possível devido à isenção do PIS e Cofins para alguns laboratórios.A insulina Humulin, a pomada Nebacetin e o antibiótico Keflex, por exemplo, ficarão mais baratos.O Monocordil, usado para hipertensão, custará R$ 3,85 nas farmácias. O remédio, que era vendido por R$ 6,00, havia sido reajustado no dia 1º de março.Remédios proibidosAlguns medicamentos muito vendidos nas farmácias, como Anador, Lacto-Purga e Epocler, podem ser retirados do mercado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Depois do Merthiolate e do Biotônico Fontoura, a Agência está realizando estudos que comprovem a eficácia de medicamentos à base de dipirona, fenolftaleína, além de hepatoprotetores e antigripais à base de cânfora.Para a diretora da Federação Nacional dos Farmacêuticos, Maria Eugênia Carvalhaes Cury, é preciso avaliar se os riscos dos remédios são maiores do que os benefícios oferecidos. "Se ficar comprovado efeito colateral ou ineficácia, será uma medida responsável por parte da Anvisa", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.