Abdib: infra-estrutura deve receber R$ 86,6 bi este ano

Os investimentos em infra-estrutura no Brasil devem somar R$ 86,6 bilhões em 2008, o que representa um aumento de 3% em relação ao realizado em 2007, de R$ 84,1 bilhões, segundo levantamento feito pela Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústria de Base (Abdib). Os números fazem parte do estudo "Necessidade e Realidade de Investimentos em Infra-Estrutura".De acordo com o presidente da entidade, Paulo Godoy, o valor previsto para este ano corresponde a cerca de 80% das necessidades do País. O cálculo leva em conta a atual realidade econômica do Brasil. "Na visão dos agentes do setor, do governo e da iniciativa privada, seriam necessários investimentos de R$ 108,4 bilhões", afirma.Para a entidade, o Brasil precisa de investimentos dessa ordem por ano, ao longo de uma década, sem interrupção, para evitar que as deficiências nos sistemas de energia, transporte, saneamento e telecomunicações se transformem em gargalos ao crescimento econômico. Segundo o estudo, em 2007, os investimentos realizados corresponderam a 77,6% do valor necessário por ano.A conta aponta que o setor de energia elétrica, incluindo as áreas de geração, transmissão e distribuição, requer investimentos de R$ 21 bilhões por ano. Já o setor de petróleo e gás natural, incluindo as áreas de exploração, produção, abastecimento e energia térmica, exige R$ 41,4 bilhões anualmente em investimentos.Para o setor de transportes a entidade projeta uma necessidade de investimentos de R$ 21,8 bilhões, incluindo rodovias, ferrovias, portos, hidrovias, aeroportos, metrôs e transporte urbano sobre trilhos. O setor de telecomunicações, abrangendo as atividades de telefonia fixa e móvel, exige R$ 13,5 bilhões por ano. Para o setor de saneamento básico, incluindo as áreas de tratamento e abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto a estimativa é de recursos de R$ 10,5 bilhões por ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.