Abecip: crédito imobiliário vai crescer 25% ao ano

A Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) projeta crescimento de 25% ao ano para o financiamento habitacional com recursos da poupança de 2008 a 2010. Segundo as estimativas da entidade, o volume de novas contratações deve atingir R$ 23,3 bilhões no próximo ano, R$ 29,1 bilhões em 2009 e R$ 36,4 bilhões em 2010."Estamos muito otimistas em relação à evolução do crédito imobiliário e não tenho dúvida de que a projeção de 25% para 2008 será alcançada", destacou o presidente da Abecip, Luiz Antonio de França, que também é diretor do Itaú. Para ele, estão dadas todas as condições para o avanço do setor: regulação adequada, estabilidade econômica, juros em queda e emprego e renda em alta.O executivo acredita que o financiamento (funding) de mercado tende a ganhar espaço no crédito imobiliário ao longo dos próximos anos. "Estamos certos de que, no futuro, haverá uma transição do funding de poupança para o funding de mercado", afirmou. Segundo ele, com os volumes crescentes de operações, os bancos terão de usar mecanismos mais sofisticados para a obtenção de recursos, como a securitização.Apesar dessa perspectiva, França ressaltou que hoje quase 100% das operações realizadas pelos bancos ligados à Abecip usam o funding da poupança. E ainda há grande volume de recursos a ser utilizado pelos bancos. A caderneta de poupança fechou novembro com saldo de R$ 178,8 bilhões, sendo que a carteira de crédito imobiliário do sistema financeiro é de menos de R$ 48 bilhões, segundo o Banco Central.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.