bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Abecitrus não acredita em sobretaxa européia ao suco brasileiro

O presidente da Associação Brasileira de Exportadores de Citros (Abecitrus), Ademerval Garcia, descartou a possibilidade de o setor nacional ser atingido pela sobretaxa que a União Européia pretende fixar para os produtos citrícos. Segundo ele, a medida está enfocandoapenas produtos provenientes dos Estados Unidos.Para Garcia, a medida é uma "resposta" aos EUA, que sobretaxaram o aço. "Se houver qualquer reflexo no exportação brasileira de suco, será um reflexo benéfico para o País, já que poderemos ocupar espaço dos Estados Unidos na exportação de suco para a Europa", avaliou. Segundo ele, a medida visa beneficiar principalmente a produção de laranja na Espanha e nas chamadas colônias européias, como é o caso do Caribe, que também exporta a fruta fresca para a UE.Segundo ele, o Brasil exportou no ano passado cerca de 800 mil de toneladas de suco para a União Européia. A iniciativa de sobretaxar produtos cítricos provenientes dos Estados Unidos foi anunciada sexta-feira, em Bruxelas, pelo assistente do Comissário de Comércio Exterior da Comunidade Européia, Anthony Gooch.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.