coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Abimaq abre escritório na China para ganhar mercado

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) anunciou nesta segunda-feira que abrirá um escritório em Pequim, na China, com o objetivo de estreitar o comércio com o gigante asiático. A entidade é uma das que mais protesta contra a invasão de produtos chineses no Brasil, alegando que competem, direta ou indiretamente, com as máquinas produzidas localmente, principalmente as injetoras. Trata-se da primeira base da Abimaq fora do País.Na próxima quarta-feira, a entidade divulgará os detalhes da abertura do escritório e lançará o estudo "China e o seu efeito sobre a indústria de máquinas e equipamentos no Brasil". Trata-se de um levantamento que detalha as razões do desenvolvimento chinês, mostrando suas vantagens e fragilidades em relação à indústria brasileira.O presidente da Abimaq, Newton de Mello, argumenta que, além de as máquinas chinesas (mais baratas) concorrerem com as nacionais, o aumento geral de bens de consumo a partir da China também faz com que a indústria brasileira desses setores deixe de investir em produção - um movimento de diminui o consumo de máquinas e equipamentos de forma geral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.