Abimaq aponta crescimento de 31,8% nas exportações

As exportações de máquinas e equipamentos cresceram 31,8% nos sete primeiros meses do ano, para US$ US$ 2,65 bilhões, segundo dados divulgados hoje pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). Apesar do crescimento, houve desaceleração em relação aos seis primeiros meses do ano. No acumulado de janeiro a junho, a alta havia sido de 35,92%, sempre na comparação com o mesmo período de 2002. Já as importações registraram queda de 13,4% até julho de 2003, na comparação com o mesmo período de 2002, e 15,3% nos últimos 12 meses. Assim, o déficit setorial de máquinas e equipamentos caiu de US$ 1,801 bilhão para US$ 651,12 milhões, uma redução de 63,8%. Também aumentou a participação da indústria local no consumo aparente de máquinas e equipamentos, que passou de 60,6% no acumulado de janeiro a julho de 2002 para 63,4% em 2003. A substituição de importações no setor gerou uma economia de R$ 11,3 bilhões para o País, desde 2000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.