bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Abimaq e Apex firmam convênio de R$ 17,1 milhões

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) e Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX-Brasil) assinaram hoje convênio que vai injetar R$ 17,1 milhões para incentivar as exportações de bens de capital. A iniciativa faz parte do Projeto Setorial Integrado (PSI) Máquinas e Equipamentos e terá a duração de dois anos.A expectativa das entidades é de crescimento de 15% das exportações durante o período do convênio, passando dos US$ 123,5 milhões registrados em 2006 para US$ 142 milhões até junho de 2010. Segundo o presidente da APEX-Brasil, Alessandro Teixeira, o objetivo é também incluir 42 empresas às 74 que já participam do projeto."Com a assinatura deste PSI, pretendemos mostrar que o Brasil é uma opção de fornecimento confiável, com produtos de qualidade", diz Teixeira.O presidente da Abimaq, Luiz Aubert Neto, ressaltou que este é o maior convênio já assinado de estímulo às exportações de bens de capital brasileiros. "Queremos passar a imagem de que as máquinas brasileiras estão entre as mais desenvolvidas do mundo e recuperar o market share perdido nos últimos anos", explica Neto.

RODRIGO PETRY, Agencia Estado

25 de outubro de 2007 | 14h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.