finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Abimaq: faturamento cai 10% em outubro ante setembro

O faturamento nominal da indústria brasileira de bens de capital encolheu em outubro, de acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). O resultado no mês, de R$ 5,36 bilhões, representa queda de 10,1% em relação a setembro deste ano e de 27% ante outubro de 2008. Diante do que chamou de instabilidade dos negócios do setor, a Abimaq projeta que o faturamento da indústria de bens de capital encerre 2009 com retração de aproximadamente 20% em relação ao ano passado.

ANDRÉ MAGNABOSCO, Agencia Estado

26 de novembro de 2009 | 17h33

A estimativa da entidade está em linha com o resultado do setor até outubro. O faturamento nominal nos dez primeiros meses deste ano somou R$ 51,72 bilhões, retração de 21,2% sobre igual intervalo do ano passado. Descontada a inflação do período, a queda chega a 23,6%. Tais números, ressalta a Abimaq, confirmam a expectativa de que o setor de máquinas e equipamentos é, tradicionalmente, o primeiro setor a entrar e o último a sair de uma crise.

A boa notícia para o setor foi o crescimento de 3,1% nas exportações entre setembro e outubro, para US$ 661 milhões. Na comparação com outubro do ano passado, no entanto, as vendas externas ainda apresentam retração, de 36,1%. O resultado das exportações no acumulado anual soma US$ 6,3 bilhões, retração de 39,1% sobre igual período do ano passado. O principal mercado externo da indústria brasileira são os Estados Unidos, que responderam por 18% das compras, seguidos por Argentina (12,2%) e México (5,8%).

Diante da queda das exportações, o déficit comercial do setor entre janeiro e outubro alcançou US$ 9,2 bilhões, expansão de 13% em relação a igual período do ano passado. As importações no ano somam US$ 15,4 bilhões, queda de 16,1% em igual comparação.

O número de vagas na indústria de máquinas e equipamentos, informa a Abimaq, também apresentou sinais de recuperação, com a abertura de vagas pelo terceiro mês consecutivo. O setor criou 272 postos em outubro, uma expansão de 0,1% em relação ao mês anterior. O setor empregava ao final do mês passado 233.082 pessoas, número que no entanto ainda é 6,8% inferior ao visto em outubro de 2008.

Tudo o que sabemos sobre:
máquinas e equipamentosAbimaq

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.