Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

ABInBev deve cortar 1,4 mil empregos ou 6% do total nos EUA

Cortes fazem parte das sinergias de, no mínimo, US$ 1,5 bilhão após a compra da Anheuser-Busch pela Inbev

Danielle Chaves, da Agência Estado,

08 de dezembro de 2008 | 17h42

A Anheuser-Busch InBev anunciou nesta segunda-feira, 8, que sua unidade nos Estados Unidos planeja cortar 1,4 mil empregos no país nas divisões de cerveja, afetando aproximadamente 6% da força de trabalho total da companhia nos EUA. Os planos de cortes fazem parte das sinergias de, no mínimo, US$ 1,5 bilhão identificadas pela belgo-brasileira InBev quando anunciou a compra da norte-americana Anheuser-Busch, em julho. De acordo com um comunicado da empresa, cerca de 75% das posições afetadas estão na sede corporativa da cervejaria norte-americana, em Saint Louis, enquanto outros cortes serão feitos no campo e em fábricas. Além disso, a empresa informou que mais de 250 vagas nos EUA que estão abertas no momento não serão preenchidas. Outras 415 vagas temporárias serão eliminadas.  A companhia observou que a maior parte dos cortes será feita até o fim deste ano e o restante em 2009. "Para manter nosso negócio forte e competitivo, este é um passo necessário, mas difícil, para a companhia", declarou David. A. Peacock, presidente da Anheuser-Busch. As demissões anunciadas hoje se somam aos mais de 1 mil empregados da Anheuser-Busch nos EUA que aceitaram o programa de demissão voluntária oferecido até 14 de novembro deste ano.

Tudo o que sabemos sobre:
Anheuser-Busch InBevEmprego

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.