Abinee prevê PIB estável e critica taxa de câmbio

O Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre mais fraco que o esperado não assustou a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), que reiterou uma queda de 9% no faturamento do setor para 2009, em relação ao ano passado, totalizando R$ 115 bilhões, devido à crise global. O presidente da associação, Humberto Barbato, comentou que, ao longo de 2009, a entidade não esperava desempenho positivo para o PIB deste ano, que deve ficar "no zero a zero". As previsões da entidade levam mais em conta os números de faturamento das empresas do que projeções de mercado sobre a economia brasileira. "Não nos surpreendemos com o PIB divulgado pelo IBGE esta semana", disse.

ALESSANDRA SARAIVA, Agencia Estado

11 de dezembro de 2009 | 19h43

Porém, o executivo fez uma ressalva. Durante evento promovido para empresários no setor, no Rio, ele criticou hoje duramente o patamar do dólar em torno de R$ 1,75, explicando que a apreciação do real ante o dólar reduz de forma significativa a rentabilidade do setor. "Um dólar a R$ 1,75 é um convite à desindustrialização do País", disse, mencionando que um patamar em torno de R$ 2,20 seria mais razoável.

Além disso, ele observou que, do faturamento total previsto do setor para este ano, 19% é referente à comercialização de importados. Produtos da Coreia e China estão aumentando sua penetração no mercado interno graças ao dólar fraco, e a fatia de importados no faturamento total do setor tende a aumentar, caso a cotação da moeda norte-americana permaneça no patamar atual.

Para 2010, o cenário permanece favorável, com estimativa para aumento de 10% no faturamento do setor, em relação ao ano anterior, de acordo com Barbato. "Creio que a partir do ano que vem poderemos voltar para os mesmos níveis de faturamento de 2008 que foi um bom ano", disse, lembrando que o faturamento do setor atingiu em torno de R$ 123 bilhões no ano passado. Entre os segmentos que vão liderar o crescimento de 2010 estão os de informática; telecomunicações; e infraestrutura de telecomunicações.

Tudo o que sabemos sobre:
PIBeletroeletrônicoscâmbioAbinee

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.