Abiove reduz receita em 2012 para US$ 20,9 bi

A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) reduziu hoje a estimativa de receita com as exportações do complexo soja em 2012 para US$ 20,9 bilhões, ante US$ 21,8 bilhões na previsão anterior. Assim, a receita deverá sofrer um recuo de 11% ante o recorde de US$ 23,5 bilhões previsto para 2011, devido à queda dos preços no mercado internacional.

CAMILA MOREIRA, Agencia Estado

12 de dezembro de 2011 | 20h42

Segundo Daniel Furlan Amaral, economista da Abiove, a entidade reduziu seu preço de referência para a temporada de US$ 460 por tonelada de soja para US$ 430 por tonelada por conta da crise que pode afetar parte dos mercados consumidores da oleaginosa brasileira. A receita com as exportações do grão foram estimadas em US$ 14,4 bilhões, com o farelo em US$ 4,7 bilhões e com o óleo, em US$ 1,8 bilhão.

A receita será menor no ano que vem apesar do aumento nas exportações do grão. A Abiove elevou em 500 mil toneladas a previsão de vendas ao exterior no ano comercial 2012/13 (fevereiro a janeiro), para 33,5 milhões de toneladas, ante 32,6 milhões de t no período anterior. Com isso, os estoques finais do grão foram reduzidos de 5,4 milhões de toneladas para 4,7 milhões.

A estimativa de produção foi mantida em 74,6 milhões de toneladas. Não houve alterações nos números relativos a farelo e óleo.

Tudo o que sabemos sobre:
Abiovebalanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.