Abit entra com pedido de salvaguarda contra produtos chineses

A Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit) foi a primeira entidade da indústria brasileira a entrar com pedido de salvaguarda contra a China, no Ministério do Desenvolvimento e Comércio Exterior, segundo confirmação de fonte da própria entidade.Os industriais do setor têxtil vinham reclamando seguidamente dos preços baixos dos produtos chineses, abaixo dos praticados pelo mercado internacional e prejudiciais em um ambiente de livre concorrência. Agora o Ministério vai analisar o pedido da salvaguarda, para adotar uma posição sobre o assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.