carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

ABN Amro sofre prejuízo de 2,65 bi de euros no 1o semestre

O banco holandês nacionalizado ABN Amro divulgou nesta quarta-feira um acentuado prejuízo de primeiro semestre e informou que a separação legal de alguns ativos controlados pelo Royal Bank of Scotland está seguindo conforme o planejado.

BEN BERKOWITZ, REUTERS

26 de agosto de 2009 | 11h14

A instituição informou que não pode dar uma previsão de desempenho em 2009 além da afirmação anterior de que será "um ano difícil".

O banco teve prejuízo de 2,65 bilhões de euros (3,8 bilhões de dólares) no primeiro semestre e disse que as perdas foram geradas por operações do Royal Bank e que as operações compradas pelo governo holandês foram lucrativas.

O banco foi nacionalizado em outubro passado, quando o governo da Holanda comprou ativos locais do Fortis em meio a uma crise de confiança do mercado.

O ABN havia sido comprado um ano antes por um consórcio que incluiu o Fortis, o Royal Bank e o Santander. Alguns dos ativos que o banco ainda controla pertencem ao Royal Bank e o ABN afirmou que a transferência deles deve acontecer no final do ano, como o planejado.

Assim que a separação com o Royal Bank estiver completa, a Holanda pretende combinar o ABN e o Fortis Bank Nederland em um novo grupo chamado ABN Amro Bank NV, que será privatizado em algum momento de 2011 ou depois desse ano.

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSABNRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.