ABN lucra com crédito ao consumidor

O ABN Amro Real, um dos maiores bancos privados do País, aumentou em 20% sua carteira de crédito no primeiro semestre e espera terminar o ano com um crescimento de 40%. A informação é do presidente do banco, Fábio Barbosa. Segundo ele, a ampliação em 26% no segmento de varejo, especialmente para pessoas físicas e microempresas, foi fundamental para o lucro de R$ 132 milhões obtido de janeiro a junho. O crescimento do crédito de varejo, especialmente os financiamentos de veículos, compensou a redução das margens provocada pela queda dos juros e pelo aumento da concorrência. Já no segmento de empresas, o crescimento foi mais discreto, abaixo de 15% no semestre. No segundo semestre, porém, a situação deve mudar, com as empresas investindo para ampliar sua produção e demandando mais crédito, disse Barbosa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.