Abono a aposentado começa a ser pago na segunda

A partir de segunda-feira, os aposentados e pensionistas começarão a receber, junto com o benefício de novembro, o abono anual. Segundo o Ministério da Previdência Social, serão pagos R$ 17,167 bilhões a cerca de 21,7 milhões de segurados. Esse é maior pagamento da história da Previdência. Pela legislação, a gratificação natalina dos segurados deve ser equivalente ao benefício integral de dezembro. Portanto, quem teve o benefício desde janeiro deste ano receberá o valor dobrado em dezembro. Tem direito ao abono anual todo o segurado que recebeu, pelo menos em um mês, um dos seguintes benefícios: aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão ou salário maternidade. No caso do salário-maternidade, a Previdência paga o abono proporcional ao número de meses em que a segurada esteve de licença. A diferença do 13.º referente aos demais meses do ano é de responsabilidade do empregador. Não tem direito ao abono anual quem ganha os chamados benefícios assistenciais. São eles: a renda mensal vitalícia e o auxílio de amparo ao idoso ou ao portador de deficiência. Para quem teve a aposentadoria ou pensão iniciada a partir do mês de fevereiro, o 13.º será proporcional ao número dos meses em que o benefício foi pago. Como início da concessão, o segurado deve considerar o mês em que deu entrada no pedido do benefício na agência da Previdência Social. Como nos meses anteriores, o pagamento será feito de acordo com o final da inscrição do segurado na Previdência Social - último número antes do dígito de controle do número do benefício. Na segunda-feira, recebe quem tem final 1; na terça-feira, final 2; e, assim, sucessivamente, até o dia 12, quando recebem os segurados com final de inscrição 0.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.