Marcos Santos/USP Imagens
Marcos Santos/USP Imagens

Abono salarial começa a ser pago nesta terça para nascidos entre julho e novembro

Tem direito a receber quantia, que pode variar entre R$ 88 e R$ 1045, inscritos no PIS há pelo menos cinco anos e que tenham trabalhado formalmente por, no mínimo, 30 dias, em 2019, com remuneração média de até dois salários mínimos

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de dezembro de 2020 | 13h04

A Caixa inicia a partir desta terça-feira, 8, o pagamento do abono salarial para pessoas que nasceram entre julho e novembro. O pagamento será feito  por meio de conta poupança social digital - o Caixa Tem. Esta opção é válida para quem não tiver outro tipo de conta no banco estatal. Recebe também a partir desta data quem ainda não realizou o saque do benefício - que, para este grupo de pessoas, foi disponibilizado ao longo do segundo semestre. Além disso, quem os empregadores atrasaram ou retificaram entrega de declarações do Rais/eSocial (Relação Anual de Informações Sociais) também será contemplado. 

A conta digital foi lançada, inicialmente, para pagamentos do auxílio emergencial, em abril deste ano. Agora, o governo vem estendendo o uso do aplicativo para outros fins, assim como fez para o pagamento de benefícios do FGTS (Fundo de Garantia do tempo de Serviço) emergencial. Desde o dia 22 de outubro, por meio da lei 14.075/2020, a conta pode receber valores diversos, provenientes de governos federal, estaduais e municipais. O limite de recebimento mensal é de R$ 5 mil. 

Tem direito a receber a quantia do abono, que pode variar entre R$ 88 e R$ 1.045 (um salário mínimo), o trabalhador que está inscrito há, pelo menos, cinco anos no PIS (Programa de Integração Social) e que tenha exercido função remunerada formal (com carteira assinada) por, no mínimo, 30 dias, no ano passado. A remuneração média mensal não pode ultrapassar dois salários mínimos - R$ 2.090. 

No caso de funcionários públicos, que têm inscrição no Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), o pagamento é feito pelo Banco do Brasil e o calendário é  separado. 

Não haverá necessidade de abertura de conta no aplicativo Caixa Tem para o recebimento. Isso ocorrerá de maneira automática, como foi nos casos de beneficiários do FGTS emergencial. As contas são completamente gratuitas, não há necessidade de apresentação de documentos nem comparecimento a agências. Toda a movimentação é feita online. Caso haja indisponibilidade para pagamentos nas contas, sejam Caixa Tem ou poupança/conta corrente da Caixa, será possível sacar os valores com o Cartão do Cidadão e senhas em terminais de autoatendimento, lotéricas e nas agências. 

Para nascidos em dezembro, o pagamento digital começa a partir do dia 15 deste mês. Para quem tem conta na Caixa, nada muda. O calendário padrão será seguido. 

Confira o calendário completo abaixo para beneficiários que vão receber por meio de conta digital, que não sacaram anteriormente, que se estende até março do ano que vem: 

Nascidos entre julho e novembro - 08 de dezembro 

Nascidos em dezembro - 15 de dezembro 

Nascidos em janeiro - 19 de janeiro 

Nascidos em fevereiro - 19 de janeiro 

Nascidos em março - 11 de fevereiro 

Nascidos em abril - 11 de fevereiro 

Nascidos em maio - 17 de março 

Nascidos em junho - 17 de março 

Confira o calendário completo, divulgado no início deste ano, que contempla todos os beneficiários, não apenas da conta digital do Caixa Tem. 

Nascidos em julho - 16 de julho

Nascidos em agosto - 18 de agosto

Nascidos em setembro - 15 de setembro

Nascidos em outubro - 14 de outubro

Nascidos em novembro - 17 de novembro

Nascidos em dezembro - 15 de dezembro

Nascidos em janeiro - 19 de janeiro de 2021

Nascidos em fevereiro - 19 de janeiro de 2021

Nascidos em março - 11 de fevereiro de 2021

Nascidos em abril - 11 de fevereiro de 2021

Nascidos em maio - 17 de março de 2021

Nascidos em junho - 17 de março de 2021 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.