ABPO: venda de papelão cresce 13,35% em novembro

A indústria brasileira de papelão ondulado encerrou novembro com vendas de 211.059 toneladas, segundo dados preliminares divulgados hoje pela Associação Brasileira do Papelão Ondulado (ABPO). O resultado representa uma retração de 4,40% em relação a outubro, quando o setor reportou o melhor indicador mensal da história, com vendas de 220.767 toneladas (conforme dados atualizados hoje). O indicador de novembro, além de ser o segundo melhor resultado da história para o setor, representa uma expansão de 13,35% em relação a igual período do ano passado, quando a indústria brasileira já registrava os primeiros efeitos da crise econômica iniciada nos Estados Unidos.

ANDRÉ MAGNABOSCO, Agencia Estado

15 de dezembro de 2009 | 15h12

Na prática, "as vendas de novembro continuaram firmes e no mesmo ritmo do mês anterior", ressaltou em nota o presidente da ABPO, Paulo Sérgio Peres. A retração entre novembro e outubro já era esperada, uma vez que o mês de outubro é, tradicionalmente, o melhor mês do ano para o setor. Graças à recuperação das vendas principalmente a partir de setembro passado, o setor, que encerrou o primeiro semestre de 2009 com retração superior a 7%, chegou ao final de novembro com retração anual de apenas 1,86% ante igual período de 2008, para 2,077 milhões de toneladas.

Tudo o que sabemos sobre:
papelãoABPOvendas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.