Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Abrafarma apura alta de 13% nas vendas em nove meses

As vendas do varejo farmacêutico somaram R$ 21 bilhões de janeiro a setembro, divulgou a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) nesta quinta-feira, 24. O resultado representa crescimento de 13,21% na comparação com igual período do ano anterior.

DAYANNE SOUSA, Agencia Estado

24 de outubro de 2013 | 16h21

Apesar de positivo, o dado está aquém da média de expansão do varejo farmacêutico nos últimos anos. O setor vinha crescendo em torno de 15% a 16% ao ano, de acordo com a Abrafarma. Houve, porém, aceleração nos últimos meses.

Considerando-se apenas a venda de medicamentos, o faturamento nos nove primeiros meses do ano foi de R$ 14,311 bilhões, aumento de 11% frente a um ano atrás. Nesta categoria, os genéricos tiveram crescimento levemente mais acelerado, somando R$ 2,604 bilhões, com alta de 11,6%.

A categoria de não medicamentos, que inclui itens de higiene e beleza, teve crescimento de 18,22% na comparação anual. Nos nove meses, a receita com as vendas deste tipo de mercadoria chegou a R$ 6,703 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
Abrafarma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.