carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Abrafix prevê 3 meses para Anatel aprovar novo plano

O presidente da Associação Brasileira de Concessionárias de Serviço Telefônico Fixo Comutado (Abrafix), José Fernandes Pauletti, prevê que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deve levar pelo menos 90 dias para analisar a proposta de mudanças no Plano Geral de Outorgas (PGO), para viabilizar a possível compra da Brasil Telecom (BrT) pelo grupo Oi (antiga Telemar). "Acho que demora. Se for rápido, será em 90 dias", afirmou hoje o executivo, no início do seminário Políticas de Comunicações, em Brasília.Pauletti não acredita que a Anatel colocará obstáculos às novas regras no setor porque houve uma "forte indicação" do governo de que quer as alterações. Na semana passada, o Ministério das Comunicações encaminhou à agência um documento em que recomenda mudanças no PGO, para permitir que um mesmo grupo empresarial tenha o controle de mais de uma concessionária de telefonia fixa. "A Anatel não vai fazer nada que seja inviável", ponderou.O presidente da Abrafix disse não ter estranhado a rapidez do Ministério das Comunicações em responder à consulta da Anatel sobre o interesse em mudar as regras da telefonia fixa. "Não é um processo de agora. Este assunto já vinha sendo conversado, e foi acelerado pela negociação (entre Oi e BrT)." Pauletti argumentou que a eventual compra da BrT pela Oi não trará concentração no mercado, porque elas atuam em regiões diferentes do País.

GERUSA MARQUES, Agencia Estado

19 de fevereiro de 2008 | 10h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.