Abras eleva para 5% previsão de crescimento de vendas

A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) elevou sua previsão de crescimento das vendas em 2013 de 4,5% para 5%, depois da expansão acumulada no ano até outubro de 5,23%. De acordo com o vice-presidente da entidade, Marcio Milan, as projeções indicam que as vendas poderiam crescer até 5,2% no ano, mas que a entidade mantém a meta em 5%.

DAYANNE SOUSA, Agencia Estado

27 de novembro de 2013 | 13h25

Esta é a segunda vez que a entidade revisa para cima as estimativas para o setor. A projeção no início do ano era de crescimento de 3,5%, que foi elevada para uma faixa de 4% a 4,5% em agosto.

Entre os fatores que Milan destaca como positivos está a queda da taxa de desemprego medida pelo IBGE, que ficou em 5,2%, a mais baixa para o mês desde o início da série histórica da Pesquisa Mensal de Emprego, em 2002, e a mais baixa do ano.

"Diminuiu o desemprego e aumentou a massa salarial disponível, duas coisas muito relevantes para o setor", destacou. Ele lembrou que a inflação de alimentos veio desacelerando desde a alta do primeiro semestre, o que permitiu a melhoria na renda disponível.

Preços

Apesar do otimismo do setor quanto à renda disponível, outubro foi um mês de alta nos preços da cesta básica da Abrasmercado, que inclui 35 produtos de largo consumo e é analisada pela GfK. A cesta registrou alta de 1,71% ante setembro, quebrando uma sequência de quatro meses de redução nos preços. Na comparação com outubro de 2012, houve alta de 7,16%.

Segundo o diretor de relacionamento da GfK, Marco Aurélio, a cesta sentiu o impacto do aumento dos preços da carne. "Houve um reflexo do fato de que alguns países reabriram o mercado para a carne brasileira e isso faz com que a oferta para consumo interno diminua", disse.

A GfK espera continuidade do aumento de preços da cesta básica em novembro e dezembro. Marco Aurélio destaca que o aquecimento das vendas no final de ano tende a gerar altas, mas espera redução a partir de janeiro de 2014.

Tudo o que sabemos sobre:
Abrasvendasprojeção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.