Abras: haverá reajuste em setembro

O presidente da Abras, José Humberto Pires de Araújo, disse que ainda haverá aumentos de preços no varejo em setembro, especialmente na primeira quinzena. De acordo com ele, este aumento será reflexo dos reajustes ocorridos em julho e agosto. Já na segunda quinzena do mês, o quadro será mais favorável, principalmente por conta do período de grandes vendas dos fornecedores para os supermercados, para cumprimento das cotas anuais. A previsão do presidente da Abras é de que, entre os produtos agrícolas que mais pressionaram a inflação nos últimos dois meses, a cana-de-açúcar continue tendo uma influência grande nos índices. Já para o trigo, cuja importação responde por 80% do consumo interno, a previsão é de que os preços internacionais comecem a cair a partir de outubro. O milho, outro produto que pressionou a inflação recentemente, já está com uma tendência de estabilidade. Carne, leite, frango e suínos ajudarão na estabilidade da inflação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.