Abras: vendas de alimentos caem nos supermercados

A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) registrou queda no volume de vendas de itens alimentícios básicos nos primeiros dois meses deste ano, devido ao aumento de preços dos produtos. De acordo com o presidente da entidade, Sussumu Honda, a redução da quantidade vendida foi entre 1% e 2% em comparação com os mesmos meses de 2007.Na avaliação do executivo, a queda pode ter sido maior em março e, principalmente, abril, mês em que o preço da cesta Abras, que inclui 35 itens das categorias de alimentos, bebidas, higiene e limpeza, subiu 2,44%, para R$ 238 na comparação com março deste ano. A entidade ainda não fechou os números referentes a volume de vendas tanto do primeiro bimestre quanto do quadrimestre.Na avaliação de Honda, as classes C, D e E já estão sentindo mais fortemente o aumento dos preços. "A compra está mais consciente e seletiva em função do aumento do preço das commodities", afirmou Honda. As maiores altas registradas na cesta de produtos em abril foram de 19,72% em biscoito cream cracker, de 16,18% em extrato de tomate e de 15,27% em tomate, sempre em relação a março deste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.